Religião x Estresse: uma análise neurofisiológica com EEG

Wednesday, 28 de October de 2020

O estresse psicológico é um dos grandes problemas da atualidade. A religião tem alguma correlação?


Fonte: ShutterStock

A religião é considerada, por grande parte da população, como um auxílio para a vida. O enfrentamento religioso do estresse psicológico vem sendo tema de estudos de pesquisadores, no qual estudos indicam associação, de forma positiva, com a saúde física e mental.  Por outro lado, a análise neurofisiológica ainda foi pouco explorada.

Um estudo realizado com eletroencefalografia (EEG) teve por objetivo realizar a análise neurofisiológica para verificar a correlação do EEG e religião. O método é um dos mais aplicados para determinar a atividade cerebral específica, de forma não invasiva e com elevada resolução no tempo.

O experimento contou com 96 voluntários, estudantes de graduação, e foram analisadas estratégias de enfretamento, como por exemplo aceitação religiosa, auto-culpa e autodistração. Em relação a religião, foi feita uma escala com as seguintes opções: " Tenho tentado encontrar conforto na minha religião ou crenças espirituais " e " Tenho orado ou meditado”. Por outro lado, escala de humor, engajamento, desabafo e outros também foi considerada. Todos os voluntários realizaram o registro da atividade cerebral com o EEG

 

Figura: Análise de dados e correlação  (Imperatori et al, 2020)

Com o uso do EEG, os pesquisadores conseguiram obter resultados significativos, no qual correlações positivas realmente foram percebidas nos giros temporal superior, frontal inferior e temporal médio. Os escores indicam que a religião contribui de forma positiva no enfrentamento religioso.

Em outras palavras, o EEG permitiu confirmar, baseado na neurofisiologia, que o enfretamento religioso ao estresse ocorre de forma positiva. Em outras palavras, a religião é um parâmetro que auxilia a sociedade a enfrentar o estresse. Vale ressaltar que o radicalismo, por outro lado, causa malefícios a sociedade. No qual a religião traz sim reflexos positivos na vida das pessoas mas o radicalismo e intolerância não podem ocorrer.

Referências

Imperatori, C., Bersani, F. S., Massullo, C., Carbone, G. A., Salvati, A., Mazzi, G., ... & Farina, B. (2020). Neurophysiological correlates of religious coping to stress: a preliminary EEG power spectra investigation. Neuroscience Letters, 134956.

Y. Huang, A. Mohan, D. De Ridder, S. Sunaert, S. VannesteThe neural correlates of the unified percept of alcohol-related craving: a fMRI and EEG study Sci. Rep., 8 (2018), p. 923

C. Imperatori, B. Farina, M. Adenzato, E.M. Valenti, C. Murgia, G.D. Marca, R. Brunetti, E. Fontana, R.B. Ardito Default mode network alterations in individuals with high-trait-anxiety: an EEG functional connectivity study J. Affect. Disord., 246 (2019), pp. 611-618

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Mariane de Araujo e Silva

Support

mariaraujo@brainsupport.co









EEG ERP BCIEEG fMRIEEGNeuroscience LabSocial InteractionEEG combinedBrain StimulationStimulus PresentationsEEG ElectrodesResponse DevicesTMS EEGPhysiology and BehaviorEEG Data AnalysisEEG Electrode CAPsEEG CombinedMobile EEG NIRS applicationsMotivation, Emotion & CravingAttention & MemoryLanguage ProcessingLearning & MemoryCultural NeuroscienceDecision MakingHuman CompetenceExecutive FunctionsPhysiology & BehaviorNeuroPhilosophyStress & CognitionSocial Preferences