Religare Politics and Neuroscience - Emotion and Neuroscience, Motivation Emotion And Craving

Friday, 16 de February de 2024

Religare Politics and Neuroscience - Emotion and Neuroscience, Motivation Emotion And Craving

Religare Politics and Neuroscience

Religare Politics and Neuroscience

Com intuito de arregimentar mais seguidores os meios digitais que buscam os extremismos políticos, econômicos e religiosos criando micro grupos extremistas com uma percepção de Verdade Suprema.

A utilização de plataformas digitais para fomentar extremismos políticos, econômicos e religiosos, criando microgrupos com uma percepção de posse de uma "Verdade Suprema", é um fenômeno que pode ser analisado sob várias lentes, incluindo a psicológica, social, e neurocientífica.

Os meios digitais, através da segmentação algorítmica e personalização de conteúdo, podem criar câmaras de eco e bolhas de filtro, nas quais os usuários são expostos principalmente a informações que reforçam suas crenças pré-existentes. Isso pode levar a um extremismo crescente, uma vez que a exposição contínua a um único ponto de vista pode reforçar a crença na "Verdade Suprema" e diminuir a tolerância a perspectivas divergentes.

Do ponto de vista neurocientífico, a exposição repetida a ideias extremistas pode reforçar certos circuitos neurais, solidificando crenças e comportamentos. A neuroplasticidade, que é a capacidade do cérebro de se reorganizar em resposta a novas informações ou experiências, significa que nossos cérebros podem se tornar mais sensíveis a certos tipos de informação (por exemplo, conteúdo que alinha com nossas crenças existentes) e menos sensíveis a outros (por exemplo, visões opostas).

Além disso, a identificação com um grupo que compartilha uma "Verdade Suprema" pode ativar áreas do cérebro associadas à identidade social e pertencimento, como o córtex pré-frontal ventromedial e a junção temporoparietal. Essas áreas são importantes para o processamento da autoimagem, empatia e distinção entre "nós" versus "eles". A sensação de pertencer a um grupo pode ser emocionalmente gratificante, reforçando a lealdade ao grupo e suas crenças.

A política e a religião são aspectos fundamentais da identidade humana, e as redes sociais podem amplificar essas identidades, criando comunidades homogêneas que reforçam crenças e valores compartilhados. A estratégia de "Religare" em contextos digitais pode ser vista como uma tentativa de reconectar indivíduos a uma causa ou crença comum, intensificando a percepção de uma missão ou verdade coletiva.

No entanto, quando essa estratégia é usada para promover extremismos, pode ter efeitos perigosos, incluindo a polarização social, o aumento da hostilidade entre grupos ideologicamente opostos e até a incitação à violência. 

O desafio é como promover um ambiente digital que encoraje a diversidade de pensamento e o diálogo construtivo, em vez de reforçar o isolamento ideológico e o extremismo.

Isso pode incluir a criação de algoritmos que promovam a exposição a uma variedade de perspectivas, o desenvolvimento de ferramentas educacionais que ensinem pensamento crítico e a análise de informações, e políticas que regulem a disseminação de conteúdo extremista.

A questão fundamental é como equilibrar a liberdade de expressão com a necessidade de proteger a sociedade contra os efeitos prejudiciais do extremismo, garantindo que os meios digitais sejam usados para promover um entendimento mútuo e a coesão social, em vez de divisão e conflito.

"Sua percepção é sua realidade" 

Um conceito profundamente enraizado na psicologia e na neurociência, referindo-se a como nossa interpretação dos eventos, mais do que os eventos em si, molda nossa experiência do mundo. 

Sua percepção possui 5 variáveis fundamentais:

1 - Conectoma Cerebral (Emotion);

2 - Nível de atividade de seus 12 sentidos;

3 - Memórias pré-ativadas;

4 - O nível de atenção;

5 - O estímulo apresentado;

As cinco variáveis fundamentais desempenham um papel crucial nesse processo de percepção:

Conectoma Cerebral (Emoção): O conectoma cerebral refere-se ao mapeamento completo das conexões neurais no cérebro. As emoções são processadas em várias regiões do cérebro, incluindo a amígdala, o córtex pré-frontal e o hipocampo. Essas conexões influenciam como interpretamos e reagimos aos estímulos, afetando profundamente nossa percepção.

Nível de Atividade de Seus 12 Sentidos: Tradicionalmente, falamos de cinco sentidos (visão, audição, olfato, paladar e tato), mas a neurociência moderna expandiu essa lista para incluir sentidos como propriocepção (percepção do posicionamento e movimento do corpo), equilíbrio, temperatura, dor, entre outros. Eu considero o Pertencimento como um dos Sentidos Humanos. A intensidade e a atividade desses sentidos podem alterar significativamente a maneira como percebemos o ambiente ao nosso redor.

Memórias Pré-Ativadas: As experiências passadas armazenadas em nossa memória influenciam a maneira como percebemos novas informações. Memórias pré-ativadas podem predispor-nos a interpretar estímulos de uma maneira específica, baseada em experiências anteriores, o que pode ser particularmente evidente em casos de trauma ou de aprendizado significativo.

O Nível de Atenção: A atenção desempenha um papel fundamental na percepção, determinando quais estímulos são processados mais profundamente. A atenção pode ser afetada por diversos fatores, como interesse, fadiga e motivação. A maneira como direcionamos nossa atenção pode alterar drasticamente nossa percepção da realidade, fazendo-nos focar em certos aspectos do ambiente em detrimento de outros.

O Estímulo Apresentado: A natureza do estímulo em si (sua intensidade, novidade, relevância emocional, etc.) influencia como ele é percebido. Estímulos mais intensos ou emocionalmente carregados tendem a ser mais facilmente notados e lembrados, afetando a percepção de maneira mais significativa.

Essas variáveis interagem entre si de maneiras complexas, determinando a nossa percepção da realidade. A percepção é, portanto, um processo altamente subjetivo e individualizado, moldado por nossas conexões neurais, experiências passadas, estados emocionais, níveis de atenção e os estímulos específicos aos quais somos expostos. Reconhecer a influência desses fatores em nossa percepção pode nos ajudar a entender melhor nossas próprias reações e as dos outros, promovendo uma maior empatia e comunicação eficaz.

Funcionalidade e Autonomia do Autista | Neuroscience Centers

Neuroscience Centers

NIRS fNIRS course ICe - UFRN | Neuroscience Centers 

Neuroscience Centers

Motivation, Emotion And Craving | Motivation, Emotion And Craving

Motivation, Emotion And Craving

The Craving Brain | Motivation, Emotion And Craving

Motivation, Emotion And Craving

Emotion and Neuroscience | Motivation, Emotion And Craving 

Motivation, Emotion And Craving

Religare Politics and Neuroscience | Jackson Cionek 

Sua Percepção é Sua Realidade

Sua percepção possui 5 variáveis fundamentais:

1 - Conectoma Cerebral (Emotion);

2 - Nível de atividade de seus 12 sentidos;

3 - Memórias pré-ativadas;

4 - O nível de atenção;

5 - O estímulo apresentado;

 




Thumbnail

00:00:00 - 03:55:00

Neuroscience Centers


Thumbnail

03:55:00 - 10:25:00

Neuroscience Centers


Thumbnail

10:25:00 - 12:15:00

Motivation, Emotion And Craving


Thumbnail

12:15:00 - 17:32:00

Motivation, Emotion And Craving


Thumbnail

17:32:00 - 19:33:00

Motivation, Emotion And Craving


Thumbnail

19:33:00 - 23:59:00

Sua Perecepção é Sua Realidade - Aprenda a mudar sua PercepçãoSua percepção possui 5 variáveis fundamentais:1 - Conectoma Cerebral;2 - Nível de atividade de seus 11 sentidos;3 - Memórias pre-ativadas;4 - O nível de atenção;5 - O estímulo apresentado;Veja os links abaixo:Pós Verdade e a Morte de Deus OriginalEstado Responsável Laico Democrático e de DireitoDeus a Verdade está entre nós - Nunca em nósReligare Politics and NeuroscienceConsciousness in First-PersonSer Humano é Ser Racional?Deus Laico Democrático e de DireitoConsciência no Corpo, Alma e Espírito sem Vida após a MortePerda da Soberania Nacional

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Jackson Cionek