Regulação Digital ou Perda da Soberania Nacional - Etapa prelingüística Translational Education, Implications of Neuroscience in the early years

Monday, 12 de February de 2024

Regulação Digital ou Perda da Soberania Nacional - Etapa prelingüística
Translational Education, Implications of Neuroscience in the early years

Digital Regulationou Perda da Soberania Nacional Prelinguistic Stage Translational Education
Digital Regulationou Perda da Soberania Nacional Prelinguistic Stage Translational Education

 
Perda da soberania nacional devido à manipulação de ideias e votos pelas Big Techs. As grandes empresas de tecnologia, com seu vasto alcance e influência sobre a informação e comunicação, têm o potencial de moldar significativamente o discurso público, as opiniões políticas e até mesmo os resultados eleitorais. Isso suscita questões importantes sobre o poder dessas empresas em relação ao dos estados-nação e a necessidade de uma regulação adequada para preservar os princípios democráticos e a soberania nacional.
 
Impacto sobre a Democracia e a Soberania
Manipulação de Informações: As plataformas de mídia social estão sendo usadas para disseminar desinformação e propaganda, influenciando indevidamente as opiniões públicas e manipulando o debate democrático.
Influência sobre Eleições: A microsegmentação e as estratégias de publicidade digital são usadas para influenciar os eleitores de maneiras muito direcionadas e potencialmente manipulativas.
Dependência Tecnológica: A dependência de infraestruturas digitais controladas por um pequeno número de empresas globais coloca em risco a capacidade dos governos de controlar a informação e a comunicação dentro de suas próprias fronteiras.
 
A regulação dos meios digitais para evitar a disseminação de mentiras, maldades e teorias da conspiração, especialmente com o auxílio da Inteligência Artificial (IA). O objetivo de tais regulações será criar um ambiente digital mais seguro e confiável, onde informações falsas e prejudiciais não sejam apenas rapidamente identificadas, mas também removidas antes que possam gerar danos significativos ou monetização indevida.
 
Aspectos Técnicos: O uso de IA para monitorar e moderar conteúdo em plataformas digitais já é uma realidade, mas a eficácia desses sistemas depende de sua capacidade de entender nuances e contextos muito específicos. A identificação precisa de mentiras, maldades e conspirações requer algoritmos avançados capazes de análise semântica profunda e compreensão contextual, o que ainda é um desafio significativo para a IA. Além disso, a IA deve ser constantemente atualizada para reconhecer novas formas de conteúdo prejudicial.
 
Implementação de Políticas: Para que a regulação dos meios digitais seja eficaz, as políticas devem ser implementadas em colaboração com governos, organizações internacionais, plataformas digitais e a sociedade civil. Isso inclui a criação de padrões globais para a moderação de conteúdo, o compartilhamento de melhores práticas e tecnologias entre plataformas e a implementação de leis que exijam a remoção rápida de conteúdo prejudicial.
 
Educação e Literacia Digital: Além da regulação e da tecnologia, é fundamental promover a educação e a literacia digital para que os usuários possam identificar e rejeitar informações falsas ou prejudiciais por conta própria. Isso envolve ensinar as pessoas a questionar criticamente as informações que encontram online e a usar fontes confiáveis.
 
A criação de um ambiente digital seguro, onde mentiras, maldades e grandes conspirações não sejam alavancadas, exige uma abordagem multifacetada que combine avanços tecnológicos em IA com regulações éticas e legais claras, bem como iniciativas educacionais robustas. Essa abordagem colaborativa e multidisciplinar é essencial para proteger os usuários de danos, enquanto se preserva a liberdade de expressão e promove um espaço digital saudável e informativo.
 
O Ser humano é bom por Natureza - Estímulos raros, memes ou Fake News recebem relevância cerebral pois difere do normal de bondade que naturalmente somos.
Comportamentos negativos são desvios da norma. Isso tem implicações para como abordamos a educação e o desenvolvimento moral, enfatizando a importância de cultivar e reforçar os aspectos positivos da natureza humana.
 
O P300 é um componente dos potenciais evocados relacionados a eventos (ERP) que é observado em estudos de eletroencefalografia (EEG). Ele é tipicamente associado à resposta do cérebro a estímulos raros ou significativos. Quando algo raro ou inesperado acontece, o P300 é uma das maneiras pelas quais podemos medir a resposta do cérebro a esse estímulo. Isso tem implicações importantes não só para a compreensão da cognição humana, mas também para o design de algoritmos em meios digitais.
 
Os algoritmos em plataformas digitais frequentemente buscam capturar a atenção dos usuários apresentando conteúdo considerado raro, único ou altamente relevante para o usuário. Essa abordagem pode ser vista em algoritmos de recomendação, publicidade e feed de notícias, onde o objetivo é maximizar o engajamento do usuário apresentando conteúdo que provoque uma forte reação cognitiva, semelhante à reação indicada pelo P300.
 
A "Literacia digital responsável na primeira infância" é extremamente relevante no contexto atual, onde crianças estão cada vez mais expostas a conteúdos digitais desde tenra idade. Desenvolver habilidades de literacia digital responsável é fundamental para ajudar as crianças a navegar no ambiente digital de forma segura e ética, protegendo-as de conteúdos prejudiciais e ensinando-as a utilizar a tecnologia de maneira produtiva e positiva.
 
Em resumo, a integração de conhecimentos sobre a neurociência, como o entendimento do P300 e o processamento de estímulos raros pelo cérebro, com práticas educacionais e o desenvolvimento de habilidades digitais responsáveis, é fundamental para apoiar o desenvolvimento saudável e integral das crianças na era digital.
EEG Data Analysis, EEG ERP P300 N400 ICA, FFT, Wavelets, LORETA…


IV Encontro Anual da Rede CpE - 2021 | Translational Education 
O que é Poda Neuronal? Ferramentas para medir o desenvolvimento infantil e a qualidade no ensino na pré-escola. Vivemos a era da cultura digital. O conhecimento, muitas vezes, é intermediado pela tecnologia da informação e da comunicação Implications of Neuroscience  in the early years. Exercícios físicos regulares, aumento de atenção e motivação,Habilidades socioemocionais ou competências socioemocionais para lidar com as próprias emoções Etapa prelingüistica
Translational Education | MultiRio - Jornada Pedagógica 2/3
MultiRio - Jornada Pedagógica 2/3 
Translational Education | MultiRio - Jornada Pedagógica 3/3 
MultiRio - Jornada Pedagógica 3/3 
EEG Data Analysis I | EEG Data Analysis
EEG Data Analysis Analyzer:Analysis software for EEG ERP P300 N400 research, Video integration, Raw Data Inspection, interactive ICA, FFT, Wavelets, LORETA, MR and CB artifact correction, Integration for eye-tracking data,CSD Current Source Density, Grand Average, Grand Segmentation, ERS/ERD Event-related synchronization and desynchronization, FFT Fast Fourier Transform, FFT Inverse, ICA Independent Component Analysis, Inverse ICA,Butterworth filter, Linear Derivation, LORETA for source analysis, Ocular Correction ICA based on ICA, PCA Principal Component Analysis, Segmentation,Topographic Interpolation, t-Test paired and unpaired t-Tests, Wavelets, Wavelet ExtractionFunctionalBESA Research:Data review and processing for reviewing and processing of your EEG or MEG data. Digital filtering: high, low, and narrow band pass, notch. Interpolation from recorded to virtual and source channels.Automated EOG and EKG artifact detection and correction. Advanced user-defined instantaneous artifact correction. Spectral analysis: FFT, DSA, power and phase mapping. Independent Component Analysis (ICA): Decomposition of EEG/MEG data into ICA components that can be used for artifact correction and as spatial sources in the source analysis window. Connectivity analysis, a unique feature for viewing brain activity, transforms surface signals into brain activity using source montages derived from multiple source models or beamformer imaging. This allows displaying ongoing EEG/MEG, single epochs, and averages with much higher spatial resolution. Source montages and 3D whole-head mapping. ERP analysis and averaging. Source localization and source imaging. Individual MRI and fMRI integration with BESA MRI and BrainVoyager. Source coherence and time-frequency analysis
EEG Data Analysis II | EEG Data Analysis
EEG Data AnalysisAnalyzer:Analysis software for EEG ERP P300 N400 research, Video integration, Raw Data Inspection, interactive ICA, FFT, Wavelets, LORETA, MR and CB artifact correction, Integration for eye-tracking data,CSD Current Source Density, Grand Average, Grand Segmentation, ERS/ERD Event-related synchronization and desynchronization, FFT Fast Fourier Transform, FFT Inverse, ICA Independent Component Analysis, Inverse ICA,Butterworth filter, Linear Derivation, LORETA for source analysis, Ocular Correction ICA based on ICA, PCA Principal Component Analysis, Segmentation,Topographic Interpolation, t-Test paired and unpaired t-Tests, Wavelets, Wavelet ExtractionFunctionalBESA Research:Data review and processing for reviewing and processing of your EEG or MEG data. Digital filtering: high, low, and narrow band pass, notch. Interpolation from recorded to virtual and source channels.Automated EOG and EKG artifact detection and correction. Advanced user-defined instantaneous artifact correction. Spectral analysis: FFT, DSA, power and phase mapping. Independent Component Analysis (ICA): Decomposition of EEG/MEG data into ICA components that can be used for artifact correction and as spatial sources in the source analysis window. Connectivity analysis, a unique feature for viewing brain activity, transforms surface signals into brain activity using source montages derived from multiple source models or beamformer imaging. This allows displaying ongoing EEG/MEG, single epochs, and averages with much higher spatial resolution. Source montages and 3D whole-head mapping. ERP analysis and averaging. Source localization and source imaging. Individual MRI and fMRI integration with BESA MRI and BrainVoyager. Source coherence and time-frequency analysis
Perda da Soberania Nacional | Jackson Cionek
 





Thumbnail

00:00:00 - 02:54:00

O que é Poda Neuronal?Ferramentas para medir o desenvolvimento infantil e a qualidade no ensino na pré-escola.Vivemos a era da cultura digital. O conhecimento, muitas vezes, é intermediado pela tecnologia da informação e da comunicaçãoImplications of neuroscience  in the early years.Exercícios físicos regulares, aumento de atenção e motivação,Habilidades socioemocionais ou competências socioemocionais para lidar com as próprias emoçõesEtapa prelingüistica


Thumbnail

02:54:00 - 06:09:00

MultiRio - Jornada Pedagógica 2/3 - MAR 21


Thumbnail

06:09:00 - 09:28:00

MultiRio - Jornada Pedagógica 3/3 - MAR 21


Thumbnail
EEG Data Analysis I | EEG Data Analysis

09:28:00 - 13:05:00

EEG Data AnalysisAnalyzer:Analysis software for EEG ERP P300 N400 research, Video integration, Raw Data Inspection, interactive ICA, FFT, Wavelets, LORETA, MR and CB artifact correction, Integration for eye-tracking data,CSD Current Source Density, Grand Average, Grand Segmentation, ERS/ERD Event-related synchronization and desynchronization, FFT Fast Fourier Transform, FFT Inverse, ICA Independent Component Analysis, Inverse ICA,Butterworth filter, Linear Derivation, LORETA for source analysis, Ocular Correction ICA based on ICA, PCA Principal Component Analysis, Segmentation,Topographic Interpolation, t-Test paired and unpaired t-Tests, Wavelets, Wavelet ExtractionFunctionalBESA Research:Data review and processing for reviewing and processing of your EEG or MEG data. Digital filtering: high, low, and narrow band pass, notch. Interpolation from recorded to virtual and source channels.Automated EOG and EKG artifact detection and correction. Advanced user-defined instantaneous artifact correction. Spectral analysis: FFT, DSA, power and phase mapping. Independent Component Analysis (ICA): Decomposition of EEG/MEG data into ICA components that can be used for artifact correction and as spatial sources in the source analysis window. Connectivity analysis, a unique feature for viewing brain activity, transforms surface signals into brain activity using source montages derived from multiple source models or beamformer imaging. This allows displaying ongoing EEG/MEG, single epochs, and averages with much higher spatial resolution. Source montages and 3D whole-head mapping. ERP analysis and averaging. Source localization and source imaging. Individual MRI and fMRI integration with BESA MRI and BrainVoyager. Source coherence and time-frequency analysis


Thumbnail
EEG Data Analysis II | EEG Data Analysis

13:05:00 - 17:46:00

EEG Data AnalysisAnalyzer:Analysis software for EEG ERP P300 N400 research, Video integration, Raw Data Inspection, interactive ICA, FFT, Wavelets, LORETA, MR and CB artifact correction, Integration for eye-tracking data,CSD Current Source Density, Grand Average, Grand Segmentation, ERS/ERD Event-related synchronization and desynchronization, FFT Fast Fourier Transform, FFT Inverse, ICA Independent Component Analysis, Inverse ICA,Butterworth filter, Linear Derivation, LORETA for source analysis, Ocular Correction ICA based on ICA, PCA Principal Component Analysis, Segmentation,Topographic Interpolation, t-Test paired and unpaired t-Tests, Wavelets, Wavelet ExtractionFunctionalBESA Research:Data review and processing for reviewing and processing of your EEG or MEG data. Digital filtering: high, low, and narrow band pass, notch. Interpolation from recorded to virtual and source channels.Automated EOG and EKG artifact detection and correction. Advanced user-defined instantaneous artifact correction. Spectral analysis: FFT, DSA, power and phase mapping. Independent Component Analysis (ICA): Decomposition of EEG/MEG data into ICA components that can be used for artifact correction and as spatial sources in the source analysis window. Connectivity analysis, a unique feature for viewing brain activity, transforms surface signals into brain activity using source montages derived from multiple source models or beamformer imaging. This allows displaying ongoing EEG/MEG, single epochs, and averages with much higher spatial resolution. Source montages and 3D whole-head mapping. ERP analysis and averaging. Source localization and source imaging. Individual MRI and fMRI integration with BESA MRI and BrainVoyager. Source coherence and time-frequency analysis


Thumbnail

17:46:00 - 23:59:00

Sua Perecepção é Sua Realidade - Aprenda a mudar sua PercepçãoSua percepção possui 5 variáveis fundamentais:1 - Conectoma Cerebral;2 - Nível de atividade de seus 11 sentidos;3 - Memórias pre-ativadas;4 - O nível de atenção;5 - O estímulo apresentado;Veja os links abaixo:Pós Verdade e a Morte de Deus OriginalEstado Responsável Laico Democrático e de DireitoDeus a Verdade está entre nós - Nunca em nósReligare Politics and NeuroscienceConsciousness in First-PersonSer Humano é Ser Racional?Deus Laico Democrático e de DireitoConsciência no Corpo, Alma e Espírito sem Vida após a MortePerda da Soberania Nacional


The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor: Jackson Cionek