Pais com altos níveis de Estresse podem afetar o desenvolvimento dos filhos?

Friday, 05 de June de 2020

Existem vários fatores associados que podem interferir no desenvolvimento neuronal e fisiológico dos indivíduos, esses fatores podem ser: tipos e momentos de experiências que o indivíduo pode vivenciar, características hereditárias e até um suporte que o proteja da exposição a algumas condições adversas. Por isso, estudos recentes tentam focar em mecanismos específicos que liguem as experiências iniciais as suas respostas futuras e em descobrir biomarcadores que possam indicar resiliência ou os que são susceptíveis a problemas de saúde física ou mental a longo prazo e perturbações comportamentais.

Tendo isso em mente, foi realizado um estudo liderado pelo hospital infantil de Boston e pelo hospital infantil de Los Angeles, utilizando 113 crianças com 2 meses de idade. Nessa pesquisa os níveis de estresse das mães foram medidos através de dois questionários, o primeiro sobre eventos estressantes, como dificuldades monetárias, desemprego, exposição a violência, morte ou violência do marido, doenças e etc. enquanto o segundo era mais direcionado ao sentimento de estresse que a mãe estava sentindo. Além de utilizarem a eletro-encefalografia (EEG) para captar ondas cerebrais dos bebês enquanto as mães os seguravam e era passado um vídeo que mostrava diversos brinquedos infantis.

Os resultados da EEG mostraram que bebês de mães com um maior nível de estresse apresentavam tendência em ter uma menor potência nas bandas de maior frequência (beta e gama), foi visto também uma tendência de apresentar maior potência nas bandas de baixa frequência (delta e theta), quando comparado aos outros bebês com mães de menor nível de estresse. A menor potência na banda de maior frequência pode ser relacionada a funções cognitivas mais complexas, como a habilidade de linguagem na infância, podendo fazer com que essa habilidade seja desenvolvida tardiamente. Quanto a maior potência nas bandas de baixa frequência, já foi visto anteriormente em crianças que sofrem de adversidades psicossociais, podendo ser interpretado em alguns casos como um sinal de atraso no desenvolvimento cerebral.

Imagem retirada de Pierce et al.

De acordo com os resultados apresentados, pode ser que exista alguma relação nas alterações do EEG com os níveis de estresse relatados pelas mães. Esses marcadores baseados em EEG podem ser medidos no início do desenvolvimento, fornecendo uma base para o melhor entendimento de como essa exposição tão cedo ao estresse pode afetar o neurodesenvolvimento e como podemos facilitar a prevenção ou diminuir esses efeitos adversos a longo prazo.

 

           

 

Referências:

- Lara J. Pierce, Barbara L. Thompson, Alma Gharib, Lisa Schlueter, Emily Reilly, Viviane Valdes, Suzanne Roberts, Kathleen Conroy, Pat Levitt, Charles A. Nelson. Association of Perceived Maternal Stress During the Perinatal Period With Electroencephalography Patterns in 2-Month-Old Infants. JAMA Pediatrics, 2019; doi: 10.1001/jamapediatrics.2019.0492

- Felitti VJ, Anda RF, Nordenberg D, et al. Relationship of childhood abuse and household dysfunction to many of the leading causes of death in adults: the Adverse Childhood Experiences (ACE) Study. Am J Prev Med. 1998;14(4):245-258. doi:10. 1016/S0749-3797(98)00017-8

- Shonkoff JP, Garner AS; Committee on Psychosocial Aspects of Child and Family Health; Committee on Early Childhood, Adoption, and Dependent Care. The lifelong effects of early childhood adversity and toxic stress. Pediatrics. 2012;129(1): e232-e346. doi:10.1542/peds.2011-2663

- Boston Children's Hospital. (2019, April 8). An EEG to assess a baby's developmental risk? Newborns of stressed mothers show early EEG patterns suggestive of differing neurodevelopment. ScienceDaily. Retrieved June 3, 2020 from www.sciencedaily.com/releases/2019/04/190408123243.htm

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Diego Aquino

#physiologyandbehavior #socialinteraction #eeglatam #nirsbcineurofeedback #skilllearning #languageprocessing #neurocognition #neuropolitics #stresslearningbullying #physiologyandbehavior #socialinteraction #eeglatam #nirsbcineurofeedback #skilllearning #languageprocessing #neurocognition #neuropolitics #stresslearningbullying