Metaverso e Comportamento Humano: Ambientes Virtuais no Comportamento Social

Sunday, 05 de June de 2022

       

Por muito tempo o Metaverso se limitou aos filmes de ficção científica, mas nos últimos anos o mercado de tecnologia formado por grandes empresas têm investido nesse espaço a fim de transformar as experiências dos usuários e até mesmo moldar algum tipo de comportamento social. Esse espaço pode ser descrito como a combinação da internet com a realidade virtual e física que, de certo modo, passa por um aprimoramento virtual e acaba retendo a sua própria economia.

O objetivo do Metaverso é permitir que os seus usuários viagem por diversos locais com facilidade e a partir disso pode manter os seus próprios avatares, além de mercadorias que adquiriram no espaço.

Quer saber mais sobre o Metaverso e comportamento humano?

Confira no texto.
 
O que é o Metaverso?

Para os apaixonados por tecnologia e ficção científica, o Metaverso certamente está retendo a sua atenção, isso porque ele se caracteriza como uma tecnologia que integra os mundos real e virtual. Desse modo, pode-se compreender como um espaço coletivo compartilhado na internet e que associa diversas tecnologias, como, sistemas de interfaceamento homem máquina (IHM) e Internet das coisas (IOT), os quais são capazes de promover aos seus usuários feedback sensorial no mundo real, a partir de interações no mundo virtual, ou virse versa. Tornando-se assim a união perfeita de dois mundos que os usuários já usufruem. Os especialistas em tecnologia afirmam que esse espaço é uma estratégia omnichannel, isto é, uma forma de usar simultaneamente e interligado os diferentes canais de comunicação físico-digital. Entretanto, o desenvolvimento tecnológico dos óculos de realidade virtual e mista e sua integração com IOT e IHM ainda tem sido uma barreira para atingir a criação do metaverso ideal. Para aqueles que ainda não compreendem o metaverso, o filme “Jogador número 1”, é ideal para exemplificar essa nova realidade do mundo moderno e que está para acontecer nos próximos anos. 
 
Como o Metaverso pode influenciar o comportamento humano?

Por se tratar de uma tecnologia em que o funcionamento central é na internet, as pessoas estranham as afirmações sobre a possibilidade de unir o Metaverso e comportamento humano, porém, se você observar o objetivo do espaço certamente vai entender o efeito desta tecnologia na vida das pessoas. Imagina o conceito da realidade virtual e pense na sua capacidade de ensinar, entreter, tratar doenças e traumas, aumentar a economia e melhorar a performance profissional das pessoas. Depois, basta conciliar essas possibilidades com outros conceitos de tecnologia, como a realidade aumentada e o próprio Metaverso, que é a união de todos os mecanismos tecnológicos como o mundo físico.

O resultado disso é a interferência direta no comportamento e na vida das pessoas. Afinal de contas, não é uma tecnologia que apenas serve para entreter, mas para transmitir informações, permitir a vivência de experiências diferentes, como também ensinar, treinar, viajar por outros ambientes sem limites de fronteiras, compartilhar experiências, conectar pessoas e assim em diante.
Dessa maneira, é natural que as nossas atitudes, pensamentos e comportamentos como um todo sofram influência do Metaverso, pois será uma ferramenta capaz de promover a estimulação cognitiva.
 
Estimulação cognitiva no Metaverso

Para entendermos essa influência dos ambientes virtuais no comportamento social é preciso pensar em como o cérebro humano costuma aprender, recordar, pensar e perceber o mundo como um todo. Ou seja, é preciso saber quais são os fatores que influenciam a melhora da capacidade cognitiva de cada ser humano e, de acordo com a ciência, isso acontece a partir dos estímulos, que podem ser desde luminosos e mecânicos, até os químicos, elétricos e principalmente os sensoriais.

No Metaverso os sensores acabam tendo uma influência muito maior sobre o comportamento dos usuários, pois essa tecnologia exige o uso de múltiplos processos cerebrais conforme o usuário navega pelos ambientes complexos e variáveis, usando a visão, equilíbrio, audição e outros.
 
Ao observar a forma como o Metaverso funciona é possível notar o quanto essa tecnologia pode mudar a forma como interagimos com o mundo digital e físico, mas não apenas em questão de economia e entretenimento, e sim em relação a forma como aprendemos, sentimentos e evoluímos. Logo, espera-se que o Metaverso viabilize novas experiências criativas, como também de aprendizado, trabalho e até para tratar determinadas doenças que exigem a melhora da capacidade cognitiva.

Análise cognitiva por meio de neuroimagem


Cientistas poderão utilizar de recursos da ciência moderna como a neuroimagem através das tecnologias do EEG (Eletroencefalograma), NIRS (Near infrared Spectroscopy) e FMRI para avaliar as relações entre o metarverso e suas interferências ou relações com o comportamento humano. Esses ensaios e pesquisas científicas já são realizados para avaliar o comportamento humano nos ambientes de realidade virtual. A citar os Blogs:

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Tassia Nunes

#eegnirscombined #nirslatam #eeglatam #formri #emotionsintogamedesign #skilllearning #nirsbcineurofeedback #neurocognition #cognitiveneuroscience #brainstimulation #humancompetence