O grande cérebro dos pequenos!

Tuesday, 10 de November de 2020

 O primeiro ano de vida de um bebê é farto de descobertas e conquistas, é uma fase um tanto “encantadora” e os cientistas buscam entender como é possível que tanto desenvolvimento ocorra em um período tão curto de tempo. Além disso, as competências desenvolvidas nessa fase perpetuam por toda vida do bebê !!!




Pense um pouco comigo, você já parou pra refletir que as competências essenciais à vida são desenvolvidos no período inicial de desenvolvimento infantil ? Falar , andar, deglutir, mastigar, chorar , sorrir e até mesmo se emocionar! Os bebês são uma grande fonte de competências, como uma máquina que produz sem parar, desafiando muitas vezes a compreensão adulta! Diante disso, o desenvolvimento correto nessa fase é crucial para se tornar um adulto saudável . E como será que isso acontece? O desenvolvimento intrauterino do córtex cerebral ocorre em estágios exatos. Cada etapa do desenvolvimento é um período vulnerável, que é sensível às mudanças. Além disso, bilhões de neurônios são obtidos durante essa formação do bebê. E o  BEBÊ MUITO MAIS INTELIGENTE DO QUE PARECE, ele cria um espaço imaginário através da projeção de seu próprio eu corporal refletido. Ele está conectado ao real e uma fantasia !!!  Os primeiros estágios de desenvolvimento, pré e pós-natal , são portas de entrada para formações imaginárias de ideal por meio da identificação e reprodução de papéis sociais.  E por isso o ambiente social é tão importante na formação não só dos bebês, mas, de toda espécie humana.É dessa forma que os bebês aprendem a se comunicar (seja por gestos, olhares, falas, etc.), aprendem a se emocionar, a expressar o que sentem (também por gestos, olhares, choro, sorriso, verbalização, etc.) e vão se moldando ao mundo que os espera! 

O vídeo abaixo mostra um trecho da série documental “Bebês em foco” que retrata como as crianças descobrem a vida durante seu primeiro ano e o quanto isso é importante por todo o seu desenvolvimento. O novo seriado aborda o dia a dia de um grupo de 15 bebês durante um ano e como informações fornecidas por 36 especialistas na primeira infância, e o quanto é importante para uma boa formação do bebê. 




Para conhecer melhor de cérebros de bebês estudos utilizam a
eletroencefalografia (EEG) e a espectroscopia no infravermelho próximo (NIRS) , que possuem padrões de avaliações cerebrais utilizados em muitas pesquisas e na prática clínica, que talvez te ajudem a entender melhor esses mini cérebros, mas , tão cheio de novidades!

 

“Bebês querem se conectar com as pessoas ... querem se relacionar de forma física e emocional” (Bebês em foco)


 

Referências

 

CONDE, José R. Castro; CAMPO, Candelaria González; GONZÁLEZ, Nieves L. Avaliação de antecedentes de EEG neonatal e neurodesenvolvimento em pequenos períodos. crianças , v. 2, p. 3, 2019.

 

EGLOFF, Götz; DJORDJEVIC, Dragana. Desafios para a neurociência comportamental: fatores pré-natais, pós-natais e sociais. In:  Behavioral Neuroscience . IntechOpen, 2019.

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Livia Nascimento Rabelo

Support

livia@brainsupport.co









EEG ERP BCINIRSEEG fMRIEEGNeuroscience LabSync LabEEG combinedStimulus PresentationsResponse DevicesPhysiology and BehaviorEEG Data AnalysisConsciousness States ResearchPlasticity, nfb & nModEEG CombinedMobile EEG NIRS applicationsMotivation, Emotion & CravingTranslational EducationAttention & MemoryLanguage ProcessingLearning & MemoryAgingReligareCultural NeuroscienceMetacognition & MindSetDecision MakingHuman CompetenceNeuroscience of ConsciousnessSport & Motor BehaviorExecutive FunctionsFunctional ConnectivityPhysiology & BehaviorInhibitory Control & SwitchingNeuroPhilosophySkill LearningSelf PerceptionNeuroRightsPerception & ActionStress & CognitionSocial PreferencesInhibitory Control & Switching