Exercícios protegem o cérebro contra depressão e ansiedade?

Sunday, 28 de February de 2021

Praticar exercícios é algo comumente relacionado a melhora de vários problemas físicos! Entretanto, nos últimos anos percebeu-se que seus benefícios vão bem além, e cada vez mais percebe-se que os exercícios estão relacionados com a prevenção e tratamento de várias patologias cerebrais!

 
Fonte: UOL (2019)


É comumente conhecido que os exercícios melhoram aspectos musculoesqueléticos, cardiovasculares, metabólicos e outros da saúde física. Mas, o que não é totalmente compreendido é como estes agem em prol da saúde cerebral!

Quem nunca ouviu frases do tipo: "vá caminhar e você se sentirá melhor"; “pratique exercícios que isso vai melhorar sua ansiedade”, etc. Essas frases que muito parecem “clichês” tem todo fundamento. O exercício físico como algo regular, tem o potencial de transformar o cérebro, afinal este é um órgão muito plástico e novas conexões neuronais são formadas todos os dias, além disso, novas células são geradas em áreas importantes do cérebro. 
 
Alguns dos efeitos do exercício no cérebro são:

- Aumento do fator neurotrófico derivado do cérebro (BNDF): Essa molécula ajuda o cérebro a produzir neurônios.  Exercícios aeróbicos e treinos em intervalados de alta intensidade aumento os níveis de BNDF.

 

- Efeitos anti-inflamatórios: O exercício moderado também veem demonstrando efeitos anti-inflamatórios, pois, atua no sistema imunológico de inflamação excessiva. Além disso, atualmente estudos vieram demonstrando o importante papel da inflamação na ansiedade e depressão.

 

- Efeitos sobre neurotransmissores (NT): Estes, são substâncias químicas do cérebro que enviam sinais entre os neurônios, no caso de exercícios são especialmente dopamina e endorfinas. Esses NT estão muito envolvidos com humor.



                                               Fonte: 4medic (2019)


E quanto a ansiedade e depressão? Cada vez mais os estudos demonstram os efeitos do exercício na função cerebral e nos sintomas de depressão e ansiedade em diversos aspectos, como:

O exercício melhora a função da memória, desempenho cognitivo, e, consequentemente, acadêmico;

O exercício pode atuar de forma a dessensibilizar as pessoas aos sintomas físicos de ansiedade;

O exercício atua de forma neurobiológica a amenizar sintomas de ansiedade e depressão!

 

Então, cuide de você cuide do seu cérebro!!! PRATIQUE EXERCÍCIOS!!!



Referência

Neurosciencenews. 
How Exercise Keeps Your Brain Healthy and Protects It Against Depression and Anxiety. Disponível em: https://neurosciencenews.com/exercise-brain-mental-health-17903/. Acesso em: 28.02.2021. 

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Livia Nascimento Rabelo

Support

livia@brainsupport.co









Social InteractionBrain StimulationGame TheoryPhysiology and BehaviorConsciousness States ResearchPlasticity, nfb & nModTranslational EducationAttention & MemoryLearning & MemorySleepAgingCultural NeuroscienceMetacognition & MindSetDecision MakingHuman CompetenceExecutive FunctionsPhysiology & BehaviorInhibitory Control & SwitchingNeuroPhilosophyChoice MechanismsPriming EffectNeuroRightsStress & CognitionInhibitory Control & Switching