Como acontece o processamento da linguagem?

Friday, 08 de March de 2024

      

A linguagem pode ser definida como o sistema através do qual o homem comunica suas idéias e sentimentos, seja através da fala, da escrita ou de outros signos convencionais. A linguagem é uma das ferramentas mais importantes para espécie humana, sendo aprimorada durante todo o processo evolutivo e considerada uma tecnologia de alto poder na construção, uso e transmissão e perpetuação da consciência entre os indivíduos por meio da comunicação. 

Sabendo dessa grande importância da linguagem, é imprescindível compreender os mecanismos neurofisiológicos relacionados ao processamento da linguagem para uma possível intervenção em casos de distúrbios patológicos que envolvem déficits na comunicação quanto da potencialização da própria comunicação. Dessa forma, o processamento da linguagem é o modo como os humanos usam palavras para comunicar idéias e sentimentos, e como essas comunicações são processadas e compreendidas. O processamento da linguagem é considerado como uma habilidade exclusivamente humana que não é produzida com a mesma compreensão gramatical ou sistematicidade, mesmo em parentes de primatas mais próximos do ser humano.



Estudos de Linguagem

Com estudos utilizando métodos de eletrofisiologia invasiva em macacos e também técnicas não invasivas como o fMRI, PET, MEG e EEG em humanos associando diferentes estímulos sonoros com atividade topográfica cerebral, foi possível identificar duas vias cerebrais responsáveis pelo processamento da linguagem. De acordo com esses trabalhos, existem duas vias que conectam o córtex auditivo, localizado na zona superior do lobo temporal,  ao córtex frontal, onde cada caminho representa diferentes papéis linguísticos.

A via do fluxo auditivo ventral é responsável pelo reconhecimento do som (quando ouvimos algo, como um tom, um ruído, ou uma palavra por exemplo), por esse motivo ela é conhecida como a via auditiva "o quê". Já a via do fluxo dorsal auditivo em humanos e primatas não humanos é responsável pela localização sonora e, por conseguinte, é conhecido como a via auditiva "onde". Em humanos, essa via (especialmente no hemisfério esquerdo) também é responsável pela produção da fala, repetição da fala, leitura labial, memória operacional fonológica e memória de longo prazo.


Processamento da Linguagem no cérebro

De acordo com o modelo de evolução da linguagem, o processamento ocorre de "onde" para "o que". Ainda, após esse tipo de processamento, após chegar no córtex frontal, esses sons podem gerar algum tipo de reação ou sentimentos específicos, dependendo do contexto de vida do indivíduo. Além disso, outras áreas como o córtex occipital, responsável pela visão, também tem vias projetadas para o córtex frontal envolvidas com o processamento da linguagem, que para este caso, está relacionado com a leitura.

                     
 

Sabendo então como recebemos e processamos algum tipo som, como ocorre o processo de externar a comunicação do indivíduo por meio da fala ou escrita?  De acordo com alguns estudos, as palavras são percebidas através de um centro especializado de recepção de palavras (área de Wernicke) que está localizado na junção temporoparietal esquerda. Essa região junto com o córtex frontal também são responsáveis pelo compreensão das palavras e articulação de frases. Como vimos no blog "Ativação neuronal no processamento do texto", é no lobo frontal que acontece uma maior atividade quando os indivíduos eram expostos a frases com semânticas corretas, ou seja, frases que faziam sentido.Ambas regiões então projetam-se para um centro de produção de fala (área de Broca) que está localizado no giro frontal inferior esquerdo. Além isso, áreas relacionadas com planejamento e execução motora também são recrutadas caso modo de comunicação seja a escrita.


Evento Linguística

Já que estamos falando sobre processamento de linguagem, A Associação Brasileira de Linguística realizará o Congresso Internacional da Associação Brasileira de Linguística – ABRALIN, que é o maior evento da área de estudos da linguagem que acontece no Brasil. O Congresso reúne inúmeros pesquisadores, professores de língua portuguesa e de línguas estrangeiras, professores de literatura, e profissionais de diferentes áreas que trabalham direta e indiretamente com aspectos que dizem respeito à linguagem humana. O congresso será realizado que ocorre durante o período de 5-8 de maio de 2019, em dois hotéis simultaneamente: Ritz Lagoa da Anta e Ritz Suítes.

                            


Quer saber mais sobre processamento da linguagem? Continue acompanhando nosso blog.

           Entenda melhor como acontece o processamento da linguagem com nossa mascote Brainlly:
            



BLOG BrainLatam Highlight - BLOG BrainLatam Lo más destacado de este Instante
- Culture development, Behavior, perception and Latin American Consciousness in First Person

REFERÊNCIAS


Pineda, J. A., Singh, F., & Chepak, K. (2018). The Language and Structure of Social Cognition: An Integrative Process of Becoming the Other. The Neuroscience of Empathy, Compassion, and Self-Compassion, 267–283. doi:10.1016/b978-0-12-809837-0.00010-6

Seidenberg MS, Petitto LA (1987). "Communication, symbolic communication, and language: Comment on Savage-Rumbaugh, McDonald, Sevcik, Hopkins, and Rupert (1986)". Journal of Experimental Psychology: General. 116 (3): 279–287. doi:10.1037/0096-3445.116.3.279.

Gow DW (June 2012). "The cortical organization of lexical knowledge: a dual lexicon model of spoken language processing". review. Brain and Language. 121 (3): 273–88.

Poliva O (2017-09-20). "From where to what: a neuroanatomically based evolutionary model of the emergence of speech in humans". review. F1000Research. 4: 67. doi:10.12688/f1000research.6175.3. PMC 5600004. PMID 28928931. CC-BY icon.svg Material was copied from this source, which is available under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Poliva O (2016). "From Mimicry to Language: A Neuroanatomically Based Evolutionary Model of the Emergence of Vocal Language". review. Frontiers in Neuroscience. 10: 307. doi:10.3389/fnins.2016.00307. PMC 4928493. PMID 27445676. CC-BY icon.svg Material was copied from this source, which is available under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Pickles JO (2015). "Chapter 1: Auditory pathways: anatomy and physiology". In Aminoff MJ, Boller F, Swaab DF. Handbook of Clinical Neurology. review. 129. pp. 3–25. doi:10.1016/B978-0-444-62630-1.00001-9. ISBN 978-0-444-62630-1.

Chang EF, Rieger JW, Johnson K, Berger MS, Barbaro NM, Knight RT (November 2010). "Categorical speech representation in human superior temporal gyrus". Nature Neuroscience. 13 (11): 1428–32. doi:10.1038/nn.2641. PMC 2967728. PMID 20890293.


A complexidade e os avanços da neurociência

Abaixo Temas relacionados mais visitados:

Embriologia: como o sistema nervoso se desenvolve? 

Homúnculo: Como os trabalhos de Penfield contribuíram para a neurociência 

Mito ou Verdade: Usamos apenas 10% da capacidade do nosso cérebro?  

A brief introduction to EEG and the types of electrodes 

O Cérebro e seu Sistema de Recompensa 

Todos os Autistas são Gênios?  

Como a pornografia muda seu cérebro? 

Lei do Tudo ou Nada: Como ocorre o disparo do impulso elétrico no neurônio

Neuroplasticidade: Como o cérebro se adapta à situações adversas?

O que falam os ritmos cerebrais 

Como se comunicam os neurônios? 

Controle Motor: Como o Corpo se Move 

A aprendizagem motora humana 

Como acontece o processamento da linguagem? 

EEG e TDAH, quais alterações? 

Transtorno dissociativo de identidade: a neurociência por trás do filme fragmentado 

Laboratorios: Su origen y reglamentación 

Por que flashes de luz podem induzir convulsões? 

Neocórtex: a parte que nos torna humanos 

What are the differences among EEG, MRI and fMRI? 

Porque algumas pessoas são mais ativas à noite? 

Estado? GOVERNO? Há diferença? 

Estrategias para Mejorar la Memoria 

Os limites entre o normal e o patológico 

Por que não temos uma representação feminina do homúnculo de Wield Penfield?  

Migraña con Aura: EEG y depresión cortical propagada (CSD)

O cérebro não sente dor! 

Cães salivando, cientistas russos e aprendizagem 

Modulação sináptica: entendendo os mecanismos por trás do controle sináptico 

Microglia e a fagocitose de bainhas de mielina 

 

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Rodrigo Oliveira

#skilllearning #neurocognition #neuroscience #socialinteraction #neurophilosophy #translationalneuroscience #selfperceptionconsciousness #bienestarwellnessbemestar #semioticsresearch #neuropolitics #humancompetence #sentienceconsciousness #decisionmaking #metacognitionmindsetpremeditation #socialpreferences #culturalneuroscience