A importância do toque dos pais na dor dos bebês

Tuesday, 24 de November de 2020

É muito comum as pessoas repetirem que o toque, a voz, o carinho, etc. dos pais, especialmente da mãe, possui diversos benefícios para os bebês.  Mas, que benefícios são esses? há realmente mudanças a nível neural nesses bebês? Um estudo recente envolvendo EEG demonstrou que o simples toque dos pais tem o potencial de reduzir as respostas à dor no cérebros dos bebês.


Fonte: Catraca livre (2019)


Um recente conduzido por pesquisadores da UCL e da Universidade de York, no Canadá demonstrou que ser segurado por um dos pais, tendo contato com a deles reduz significativamente o quanto o cérebro de um bebê recém-nascido responde a condição dolorosa como uma injeção médica por exemplo. E mais interessante ainda, o contato pele pele é tão importante que quando os bebês estavam com roupa havia mais atividade de dor do que quando estavam sem roupas.

O estudo envolveu 27 bebês, 0-96 dias de nascidos, no University College London Hospitals. Para isso, os pesquisadores mediram sua resposta a uma punção dolorosa, mas clinicamente necessária (exame de sangue), até porque não queriam expor o bebê a uma dor desnecessária. Para coleta da atividade cerebral foi utilizado o exame de EEG (eletroencefalografia) colocados no couro cabeludo.

Para isso, os bebês foram segurados pela mãe pele a pele (usando uma fralda, contra o peito da mãe), ou pela mãe com roupas, ou então deitados em um berço ou incubadora. Com isso, os pesquisadores descobriram que a resposta inicial do cérebro à dor era a mesma, mas, com o tempo, uma série de quatro a cinco ondas de atividade cerebral mudaram, e as ondas posteriores de atividade foram afetadas pelo fato de o bebê ser segurado pele a pele ou com roupas, com isso, sugeriram que o toque dos pais afeta o processamento de nível superior do cérebro.  Ou seja, a dor dos bebês pode ser a mesma, entretanto como o cérebro do bebê processa e reage a essa dor depende de seu contato com um dos pais.


Fonte: AZBB (2020)

Essas descobertas apoiam a ideia de que segurar um bebê recém-nascido contra sua pele é importante para o seu desenvolvimento, e o quanto o contato com os pais é essencial para seu bem estar.

 


Referências

JONES, Laura et al. The impact of parental contact upon cortical noxious‐related activity in human neonates. European Journal of Pain, 2020.

The content published here is the exclusive responsibility of the authors.

Autor:

Livia Nascimento Rabelo

Support

livia@brainsupport.co









EEG ERP BCIEEG fMRIEEGSocial InteractionEEG combinedBrain StimulationEEG ElectrodesResponse DevicesTMS EEGPhysiology and BehaviorEEG Data AnalysisConsciousness States ResearchPlasticity, nfb & nModEEG Electrode CAPsEEG CombinedMobile EEG NIRS applicationsnEdu & nDevTranslational EducationAttention & MemoryLanguage ProcessingLearning & MemoryNeuropoliticsSleepAgingCultural NeuroscienceMetacognition & MindSetDecision MakingHuman CompetenceNeuroscience of ConsciousnessExecutive FunctionsFunctional ConnectivityPhysiology & BehaviorChoice MechanismsNeuro-Glia InteractionsPriming EffectSkill LearningSelf PerceptionPerception & ActionStress & CognitionSocial Preferences